8 de Novembro, Dia do Radiologista!

A radiologia é a especialidade médica que se ocupa em gerar imagens do corpo mediante vários agentes físicos (RX, Ultrasom, Campos Magnéticos, etc) e de utilizar essas imagens para o diagnóstico e em grau menor, para prognóstico e tratamento dos pacientes.

Pode ser separada em:
Radiologia Diagnóstica ou Radiodiagnóstico – se centra principalmente em diagnosticar as enfermidades mediante a imagem.

Radiologia intervencionista – se centra principalmente no tratamento das enfermidades, mediante o emprego de procedimentos cirúrgicos minimamente invasivos guiados por técnicas de imagem.

Os RX foram descobertos há mais de 100 anos por Wilhelm Conrad Roentgen, cientista alemão que estudou os efeitos do tubo de crookes sobre placas fotográficas quando eram submetidos a corrente elétrica. Durante muitos anos a única forma de energia usada era a radiação dos RX. No início dos anos 60 começaram a ser usados aparelhos de ecografia e ultrassonografia.

O emprego do RX foi revolucionário gerando a tomografia computadorizada que permite realizar explorações tridimensionais de todos os órgãos do corpo incorporado ao tubo de RX Giratório um potente receptor capaz de reconstruir as imagens.

Uma das técnicas mais modernas é a imagem de ressonância magnética, com equipamentos contendo potentes dispositivos capazes de gerar campos magnéticos de mais de 2 teslas. Os campos assim gerados são capazes de alinhar ordenadamente o movimento nuclear dos átomos com um número ímpar de núcleos. Quando o campo magnético diminui bruscamente, os movimentos dos átomos do organismo se desalinham, orientando-se cada um em uma direção distinta, emitindo radiações eletromagnéticas em uma faixa de radiofreqüência.

Essas radiações são recolhidas e processadas em um computador reconstituindo imagens do corpo com intensidade maior ou menor de sinal correspondentes aos átomos de hidrogênio do tecido e da água corporal.

A radiologia deve se distinguir da radioterapia, que não utiliza imagens, mas a radiação ionizante (raios x) de maior energia, para o tratamento de enfermidades, como por exemplo reduzir o crescimento de tumores sensíveis à radiação.

Por www.hospitalviladaserra.com.br

10 coisas que você precisa saber antes de enviar seu arquivo para impressão em uma gráfica

Só quem trabalha na área gráfica tem noção da preocupação necessária que um arquivo, tratado para ser impressa em uma gráfica, merece. Quem não trabalha no ramo costuma pensar que pode fazer qualquer coisa no Word, ou mesmo no Paint, e enviá-lo para impressão. Nada disso! Existem certos cuidados que sua arte final precisa ter para que o resultado – como as cores e o espaçamento – seja fiel ao que você viu na tela do computador.

Elaboramos aqui uma rotina de cuidados que uma arte-final precisa e que é bastante útil para interessados ou designers gráfico iniciantes, confira:

10. Em impressos a medida utilizada é centímetros (cm) e não pixels, portanto uma arte em 500x500px não serve para impressão;

9. O padrão de cores utilizados é CMYK (Cyan, Magenta, Yellow e Black) e a tela do computador exibe RGB (Red, Green, Blue), portanto é necessário que para que se alcance a cor desejada, seja utilizada uma escala cromática como a da Pantone, que é um padrão universal de cores para impressão;

8. Existem muitos processos de impressão (ex: offset, flexografia e serigrafia), e é importante saber qual será o método adotado, pois isso impactará na finalização da sua arte;

7. Há diversos tipos de materiais em que se pode imprimir, portanto certifique-se em qual tipo de papel seu projeto será impresso, ou se utilizará algum outro tipo de material como plástico, tecido ou superfícies metálicas, pois isso também impacta na criação e finalização da arte;

6. Todas as imagens deverão estar em CMYK com resolução 300dpi, e devem ser tratadas à parte do programa onde você está criando a sua arte. Por exemplo: se você estiver fazendo um folder no Illustrator, você pode tratar as imagens no Photoshop e depois importá-las de volta para o Illustrator novamente;

5. Evite usar degradês, blends e sombras dentro do programa no qual você está finalizando o arquivo, pois são estruturas muito complexas e elevam o tamanho do arquivo, o tempo de renderização e o tempo de impressão. Dê preferência para a aplicação de qualquer efeito gráfico e filtros dentro do software de tratamento de imagem e aplique a imagem no arquivo final como um bitmap;

4. Em vetores, utilize a menor quantidade de pontos possíveis. Muitos pontos retardam o processamento do arquivo e pode causar erros;

3. Não utilize fios com espessura hairline, pois dependendo do tipo de impressão, ela pode ficar praticamente invisível. Utilize medidas de no mínimo 0,425pts ou 0,15mm;

2. Caso seu arquivo possua uma quinta matriz (ex: matriz da faca ou verniz), é imprescindível que você coloque marcas de registro no arquivo para que elas não fiquem desalinhadas;

1. Durante da criação da sua arte, organize todos os arquivos utilizados como imagens, fontes e textos em uma mesma pasta, junto ao arquivo final, pois eles também deverão ser enviados para a gráfica juntamente com o arquivo para impressão.

 

Autora: Luanda Pereira

Fonte:http://www.techtudo.com.br/dicas-e-tutoriais/noticia/2011/05/10-coisas-que-voce-precisa-saber-antes-de-enviar-seu-arquivo-para-impressao-em-uma-grafica.html

Curso Técnico no Senai de Artes Gráficas e Editorial

Para quem procura cursos profissionalizantes na área técnica de gráficas e editorial o SENAI disponibiliza cursos técnicos na área. No artigo listamos alguns estados que possuem este curso como: BA, DF, MG, GO, RJ, SP e muitos outros estados.

Os técnicos de artes gráficas e editorial do SENAI desenvolvem atividades voltadas para empresas responsáveis pela edição, impressão e reprodução de gravações. Podem também trabalhar em empresas que fabricam pastas, papel, produtos químicos e artigos de borracha.
Os técnicos de artes gráficas e editorial formados pelo SENAI executam programações visuais gráficas, impressão offset e pré-impressão. Inclui-se no conjunto de suas atribuições o desenvolvimento de produtos gráficos, tais como cartões, cartazes, convites, leiautes, jornais, revistas, folhetos, catálogos, entre outros impressos.

Os técnicos em artes gráficas são responsáveis pela operacionalidade de maquinário e equipamentos de pré-impressão de produtos gráficos, além do planejamento e controle de processos de produção. Definem parâmetros como lineatura, curva de cor, ganho de ponto, segundo características do produto e do processo que será utilizado para impressão. São também responsáveis pelo controle de qualidade das matérias-primas e do produto final. Suas responsabilidades estendem-se à coordenação de equipe de trabalho.

O aluno terá aulas sobre história das artes gráficas e sobre o processo de fabricação do papel e da tinta. Durante o curso o aluno aprenderá a utilizar programas específicos para tratamento de textos e imagens, como o Pagemaker e Photoshop. Além disso, terá também a oportunidade de conhecer uma variedade de tipos de impressão, tais como impressão offset, rotogravura, entre outros.

Existem outros cursos que podem ser feitos no Senai. Acesse a página de Cursos no Senai e veja os cursos disponíveis. São Cursos Técnicos, Cursos de Formação Continuada, Cursos Superiores de Graduação e Cursos voltados para Pós-graduação. Clique aqui.

Veja abaixo as unidades do SENAI que oferecem o curso:

UNIDADE DENDEZEIROS
Endereço: AV. DENDEZEIROS DO BONFIM , 99 BONFIM
Cidade: SALVADOR
Estado: BA CEP: 40415-006
DDD: 71 FAX: 3312-3869 Telefone: 3310-9900
E-mail: sacsenai@fieb.org.br

CENTRO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO
Endereço: SIG Q. 06 LOTE 1100 , S/Nº SIG
Cidade: BRASÍLIA
Estado: DF CEP: 70610-400
DDD: 61 FAX: 3344-6721 Telefone: 3441-3000
E-mail: senai.cti@sistemafibra.org.br

ESCOLA SENAI DE VILA CANAÃ
Endereço: RUA PROF. LÁZARO COSTA , 348 VILA CANAÃ
Cidade: GOIÂNIA
Estado: GO CEP: 74415-420
DDD: 62 FAX: Telefone: 3235-8100
E-mail: canaa.senai@sistemafieg.org.br

CENTRO DE COMUNICAÇÃO, DESIGN E TECNOLOGIA GRÁFICA – CECOTEG
Endereço: RUA SANTO AGOSTINHO , 1717 HORTO
Cidade: BELO HORIZONTE
Estado: MG CEP: 31035-490
DDD: 31 FAX: Telefone: 3482-5635
E-mail: cecosec@fiemg.com.br

CENTRO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DE ARTES GRÁFICAS
Endereço: RUA SÃO FRANCISCO XAVIER , 417 MARACANÃ
Cidade: RIO DE JANEIRO
Estado: RJ CEP: 20550-010
DDD: 21 FAX: 2568-4121 Telefone: 0800-0231-231
E-mail: faleconosco@firjan.org.br

SCOLA SENAI JOSÉ EPHIM MINDLIN
Endereço: AL. WAGHI SALLES NEMER , 124 CENTRO
Cidade: BARUERI
Estado: SP CEP: 06401-134
DDD: 11 FAX: Telefone: 4199-1930 / 1931 / 1932
E-mail: senaibarueri@sp.senai.br

ESCOLA SENAI JOÃO MARTINS COUBE
Endereço: RUA VIRGÍLIO MALTA , 11/22 CENTRO
Cidade: BAURU
Estado: SP CEP: 17015-220
DDD: 14 FAX: Telefone: 3104-3800
E-mail: senaibauru@sp.senai.br

ESCOLA SENAI FUNDAÇÃO ZERRENNER
Endereço: RUA SERRA DA PARACAINA , 132 CAMBUCI
Cidade: SÃO PAULO
Estado: SP CEP: 01522-020
DDD: 11 FAX: Telefone: 3209-9490
E-mail: senaizerrenner@sp.senai.br

ESCOLA SENAI THEOBALDO DE NIGRIS – FACULDADE SENAI DE TECNOLOGIA GRÁFICA
Endereço: RUA BRESSER , 2315 MOOCA
Cidade: SÃO PAULO
Estado: SP CEP: 03162-030
DDD: 11 FAX: Telefone: 2797-6333
E-mail: senaigrafica@sp.senai.br

Preparando arquivos CorelDRAW – Parte 1

Caso seu arquivo venha em CorelDraw, mande os textos convertidos em curva (ctrl + Q), e também a imagem separada do arquivo Corel, na extensão TIF, PSD ou EPS. Jamais envie imagens com extensão JPG (a imagem perde qualidade).
É muito importante que a imagem de seu trabalho já venha na proporção e resolução adequadas, lembrando que a resolução da imagem final não pode ser inferior à 100 dpi para obter bons resultados.
Caso seu arquivo tenha sido produzido no Photoshop, não importe para o Corel, FreeHand ou Illustrator antes de enviar, deixe em Photoshop mesmo.
Evite efeitos complexos que misturem imagens com vetores em softwares de ilustração (solução: exporte ou finalize em software de imagem. Ex.: Photoshop).
Os resultados colorimétricos das tintas da Vutek não são iguais aos dos processos convencionais de impressão (off-set). Consulte a escala de cor, como referência, e saiba que variações poderão ocorrer devido ao tipo de mídia escolhido e às condições da máquina.
Nunca se esqueça de enviar o layout recente do material.
Os limites de impressão por trabalho variam de acordo com as mídias solicitadas. Lembrando que as lonas podem ser soldadas (vulcanizadas) e os vinis adesivos podem ser aplicados em partes, formando uma imagem completa.
Películas mais utilizadas: Opaca e Vinil Top – frota de veículos, frontlights, vidros, stand de feiras, etc. Translúcida e transparente – testeiras, vidros, backlights, etc.
Consulte sempre a JM Gráfica e Editora antes de enviar o seu material. Se necessário, consulte-nos durante a concepção do projeto gráfico.